Birdman – A inesperada virtude da ignorância

Foto da Internet
Foto da Internet

Já tinha ouvido alguns comentários desanimadores  de amigos sobre Birdman (acredito que muitas pessoas não tenham gostado do filme), mas a verdade é que eu adorei… Achei um filme leve, bem sacado, original e divertido. Demorei um pouco para assistir o ganhador do Oscar porque imaginava uma história diferente, talvez cansativa. Mas a surpresa foi agradável tanto das cenas, como dos atores. Michael Keaton está realmente perfeito como Riggan Thompson, Edward Norton como Mike Shiner, Emma Stone como Sam, um elenco que só enriquece o filme dirigido por Alejandro G. Iñárritu (Amores Perros – 2000, 21 gramas – 2003, Babel – 2006, Biutiful – 2010). As virtudes retratadas em Birdman são típicas do sucesso que vai e volta: vaidade, egocentrismo. Destaque para a força da crítica de um jornal famoso que tem o poder de enaltecer ou acabar com um espetáculo, o ambiente desencanado do teatro, a trilha sonora durante todo o filme, as cenas contínuas , sem cortes, a atuação de Michael Keaton. Brilhante.