Menino de 2 anos é acusado de bruxo

Nenhum comentário

Anja-Ringgren-Loven-Nigerian-boyUm vídeo que está circulando na internet de um garoto de 2 anos que foi abandonado pelos próprios pais que o acusam de ser um bruxo na Nigéria nos revelam muito mais que a miséria humana. Ele nos mostra a tal ponto pode chegar a ignorância daqueles que se veem “esquecidos” por instituições, deuses, governos, organizações e seja lá o que existir. É a completa falta de esperança.

As imagens falam por si.

Um menino Africano pequeno bebe suavemente água da garrafa. Ele está nu e magro, e os moradores riem dele.
No entanto, a dinamarquêsa Anja Anel Ramo Loven dá-lhe água e biscoitos antes que o garoto seja levado para o hospital.
As imagens, que nos últimos dias se espalharam através das mídias sociais para vários meios de comunicação dinamarqueses e agora chegam à imprensa estrangeira são comoventes.
– Meu maior desejo sempre foi o de gritar para os líderes mundiais, e agora eu gritei ao mundo, diz Anja Anel Ramo Loven.

Mais morto que vivo.
Anja Anel Ramo Loven fundou uma organização de ajuda privada na Nigéria, onde ela vive há três anos.
Lá ela se move para pequenas aldeias para resgatar as crianças que foram rejeitadas pelas famílias e comunidades, porque eles são acusados de serem bruxas crianças.
O documentário “Anja África”, que será mostrado no DR2 durante a primavera, segue o trabalho Anja Anel Ramo Act.
No documentário Anja Anel Ramo Loven fala sobre o menino que mais tarde ela daria o nome de “Esperança”.

– Isso acontece apenas em pequenas comunidades, onde a população é extremamente pobre, e onde há muita superstição, daí as crianças são acusadas de serem bruxas crianças, diz Anja Anel Ramo Loven que diz saber de crianças excluídas quase todos os dias.

É bom esclarecer que as crianças não são acusadas de bruxas pelos pais, mas sim pelos membros da aldeia em que vivem, que podem ser avós, vizinhos, tios ou o padre. É muito raro a acusação ser feita pelos pais. Uma vez que o pequenino é acusado de bruxo, não há mais volta. A única maneira de reverter é praticando um exorcismo, que custa muito caro. Muitas vezes as crianças são torturadas e mortas e os pais são obrigados a expulsá-los da vila.

O menino atualmente está no hospital, mas já tem assegurado uma vaga no orfanato gerenciado pela organização de Anja.

Anja-Ringgren-Loven-Nigerian-boy4

 

Para quem quiser contribuir financeiramente pode pagar um valor mensal pelo pay-pal.

Site:http://dinnoedhjaelp.dk/dinnoedhjaelps-arbejde-i-nigeria/

Sbre Eanne

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s