O diário de Anne Frank

Nenhum comentário

Apesar deste livro ter sido publicado pela primeira vez em 1947,  já ter vendido mais de 30 milhões de cópias e ser uma história relativamente conhecida, gostaria de deixar minha impressão neste post. Só agora que me interessei por ler o livro da jovem Anne Frank, talvez influenciada pela viagem que fiz a Holanda.

A edição que li não foi supostamente a mais completa. Existe a versão definitiva que conta a história, desde a perseguição nazista na Alemanha, com fotos e trechos inéditos até a vinda da família Frank para Amsterdam.

A história já é bem conhecida, então não é segredo para ninguém a morte da família e dos companheiros do anexo secreto, sendo o único sobrevivente o pai de Anne, Otto Frank. No início, o relato foi contestado e depois de alguns anos foi comprovada a veracidade dos acontecimentos, até porque este diário tornou-se um documento importante doado pelo pai ao Instituto Holandês para Documentação da Guerra. Ainda há pontos que não foram esclarecidos, como por exemplo se os ocupantes do anexo teriam sido traídos,  e de tempos em tempos aparecem versões diferentes da primeira versão.

O fato é que o livro é um símbolo do que ocorreu a partir da década de 40 com a perseguição dos alemães aos judeus. Não que seja uma história tão diferente como a de muitos outros que sofreram na época, mas que retrata uma menina de 13 anos com seus sonhos, seus ideais, suas dúvidas, seus desejos, que tinha um futuro que foi tomado pela ignorância humana.

A história do livro se concentra nos pensamentos de Anne que mesmo vivendo com medo que a Gestapo descobrisse o anexo, escrevia sobre o cotidiano no esconderijo e sentimentos próprios de uma adolescente. Demonstra como o nazismo matava: em meio a esperança e o medo, os alemães não tinham piedade.

O fim do relato é a própria vida de Anne Frank. Depois de tanto tempo vivendo escondida, de repente é presa e levada a um campo de concentração. Para quem gosta do assunto vale a pena ler porque é mais uma história comovente sobre o Holocausto.

 Um site interessante para conhecer a história mais detalhada e saber mais sobre as pessoas envolvidas através de uma linha do tempo é o www. annefrank.org.

Sbre Eanne

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s