Uma questão de gênero

Nenhum comentário

Depois do episódio polêmico envolvendo uma questão do Enem sobre a frase de Simone de Beauvoir: “Ninguém nasce mulher, torna-se mulher” e os comentários distorcidos que apareceram sobre gênero, lembrei de uma aula que tive com um professor num curso de especialização. Ele começou a aula perguntado à classe:” Quando vocês pensam na mulher, que palavras são associadas a ela?” Delicada, dedicada, sensível, submissa, dona do lar, paciente, calma, mãe, cuidadosa, inferior (sim, algumas pessoas pensam), habilidosa, materna, dominada, obediente, doce, subalterna, subserviente, dependente, foram algumas citadas.

mulher s

Já quando questionou sobre os homens, todos disseram dominador, provedor, chefe, forte, racional, inteligente, astuto, negociante, briguento, calado, agressivo e por ai vai…

ghghhg

Senti até um pouco de vergonha depois dessa fantástica aula, por achar que gênero era só referência de artigoquando usado no feminino ou o quando usado no masculino. Gênero é muito mais que uma regra da Língua Portuguesa. É toda uma cultura social que foi imposta para diferenciar o homem e a mulher com propósitos bem claros de dominação masculina em todas as esferas da sociedade: intelectual, econômica, científica, social. Por acaso, você já ouviu falar que haviam mulheres como generais de guerra? Vamos pensar um pouco. Os apóstolos que escreveram a bíblia eram todos homens. Os pensadores na Grécia antiga eram todos do sexo masculino. Os navegadores que descobriam novos territórios eram homens. Os pintores, os cientistas, os curandeiros, os filósofos, os escritores, os produtores de teatro, como Shakespeare, os mestres e discípulos, ou seja, todos que escreveram a História eram homens. E como eram vistas as mulheres que tentavam se destacar na sociedade? Como bruxas (quando tentavam curar na Idade Média), como prostitutas (Maria Madalena foi descrita assim), como subversivas, “mulheres da vida”, desregradas… É por isso que deve ser apoiado as discussões sobre gênero, para que o estigma que a mulher carrega durante a História um dia possa mudar…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s