Mês: junho 2015

Go Corinthians para o Obama?

Foi inusitado, alguns diriam até farsesco, outros argumentariam a que ponto chegamos, mas durante um discurso feito pelo Obama, realizado hoje na Casa Branca, em homenagem ao mês do orgulho LGBT, um incauto grita “Vai Corinthians” e logo depois o Obama fala “Come on guys”.  Ainda não se sabe, e certamente ninguém saberá – exceto ele

Continue lendo

A Ferro e Fogo: a história e a devastação da Mata Atlântica brasileira

O livro “A Ferro e Fogo” deveria ser considerado um documento para que todos os brasileiros pudessem ler. É um trágico relato sobre a destruição da Mata Atlântica desde a chegada dos portugueses ao Brasil. O autor Warren Dean, um historiador americano, descreve de forma brilhante a devastação que assolou o país, primeiro devido a

Continue lendo

Histórias de viagem – Comida

Viajar é muito mais que conhecer lugares novos. Antes de tudo é aprender sobre novas culturas, músicas, costumes, comida. Entre muitas coisas que aprendi, uma delas foi a diversidade de alimentos, não só em relação a variedade (que para quem mora no Brasil nem é tão surpreendente por termos essa diversificação de frutas, legumes), mas

Continue lendo

Bar e Lanches Estadão

Em cada grande megalópole deveria existir um espaço onde diferentes grupos e classes sociais frequentem, a despeito de suas contradições e constantes disputas. Espaço este que pode ser relativo às artes, ou aos esportes – por exemplo, assistir um jogo de futebol na arquibancada anos atrás – ou então à gastronomia. São Paulo é uma

Continue lendo

Turistas britânicos são presos na Malásia depois de tirarem fotos nus

Um grupo de 10 turistas britânicos foram presos na Málasia depois de tirarem fotos nus no topo da montanha sagrada de Kinabalu. Entre eles há uma mulher chamada Eleanor Hawkins de 23 anos que clama para não ser mais um exemplo de punição para quem comete atos ilegais no país, que é de maioria mulçumana.

Continue lendo

Jesus Cristo, o maior torcedor da Portuguesa!

Sou um entusiasta por futebol. Acho que nenhum outro esporte consegue expressar todas as grandezas e fraquezas humanas, tais como a generosidade, a mesquinhez, a alegria e o ódio. É um esporte onde a individualidade é importante, mas o coletivo é o elemento preponderante. Messi é gênio, mas ele não conseguiria jogar sozinho. O Barcelona

Continue lendo